Rosácea: o que é, tipos, causas, sintomas e tratamento

Rosácea: o que é, tipos, causas, sintomas e tratamento

Você tem rosácea? Segundo uma pesquisa realizada pela SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia), a rosácea ocorre de 1,5% a 10% das populações estudadas. Ocorre principalmente em adultos entre 30 e 50 anos de idade e é mais frequente em mulheres, porém atinge muitos homens e, neles, o quadro tende a ser mais grave, evoluindo continuamente com rinofima (aumento gradual do nariz por espessamento e dilatação dos folículos).

Sendo assim, para garantir a saúde da pele, é importante conhecer os melhores tratamentos para sua pele. Pensando nisso, preparamos este conteúdo com as principais informações que você precisa saber sobre o assunto. Confira!

O que é Rosácea?

Rosácea é uma condição inflamatória da pele. A rosácea resulta em ‘rubor’ que é a vermelhidão da pele consistente no rosto e às vezes é acompanhada por acne, secura, calor no rosto, descoloração (normalmente rubor vermelho, roxo, cinza ou marrom escuro) ou inchaço. Se você tem rosácea, é aconselhado a ficar longe de alimentos picantes ou cafeína. Alguns outros gatilhos comuns incluem álcool, exercícios, clima e medicamentos. 

Tipos

Existem quatro subtipos de rosácea:

  • Conhecido como rosácea eritemato-telangiectásica (ETR), está associado à vermelhidão facial, rubor e vasos sanguíneos visíveis.
  • Rosácea papulopustular (ou acne), está associada a erupções semelhantes à acne e geralmente afeta mulheres de meia-idade.
  • Conhecido como rinofima, é uma forma rara associada ao espessamento da pele do nariz. Geralmente afeta homens e costuma ser acompanhada por outro subtipo de rosácea.
  • Rosácea ocular e seus sintomas estão centrados na área dos olhos.

Como posso saber se tenho rosácea?

Um médico pode diagnosticar facilmente a rosácea a partir de um exame físico de sua pele. Ele pode encaminhá-la a um dermatologista que pode determinar se você tem rosácea ou outra doença de pele.

Qual o melhor tratamento para a Rosácea?

O melhor tratamento para a rosácea é mudar sua dieta alimentar, cuidar bem da pele após o treino e trocar bebidas quentes por geladas, essas práticas podem aliviar os sintomas da rosácea. Mas o mais importante, não se esqueça de aplicar protetor solar (isso vale para todos, não apenas aqueles que têm rosácea). Não custa nada colocar um chapéu de aba larga e ficar na sombra, já que os raios ultravioleta são um gatilho para o surto,  pois bloqueiam os raios solares na superfície e apresentam menos risco de irritação em comparação com os filtros solares químicos. Importante lembrar que é necessário sempre um médico para acompanhar e entender melhor o seu tipo de pele!

Gostou deste conteúdo? Então, saiba como escolher o melhor produto para o seu tipo de pele.


Publicação Mais Antiga Publicação Mais Recente