Vela aromática: minutos mágicos de relaxamento

Vela aromática: minutos mágicos de relaxamento

vela aromática é um dos itens de decoração mais desejados atualmente, mas ela também ganha nossos corações com sua capacidade de despertar sensações através do aroma.
Já parou para pensar como a nossa mente funciona para captar essas sensações durante nossos minutos mágicos de relaxamento? Explicamos tudinho para você!

Como o olfato funciona?

O olfato é um sentido lento porque depende da mensagem que é transmitida pelo ar, e ao mesmo tempo, pode ser um sentido facilmente decodificado devido à capacidade de processamento do córtex olfativo. Já a visão e audição, tem uma cadeia maior a ser percorrida. As informações são processadas primeiro pelo tálamo, onde é selecionada grande parte das informações que o corpo recebe do meio externo, para depois chegar às regiões interpretativas do cérebro. O sabor que sentimos dos alimentos é uma associação dos sentidos do olfato e do paladar.

Ao cheirar uma flor, as moléculas do odor são atraídas para o topo do nariz, ou fenda olfatória, conforme inspiramos. Em seguida, elas se dissolvem em uma camada de membrana mucosa conhecida como epitélio olfatório. Esta ‘aspiração’ de ar é auxiliada pelos turbinados; almofadas ósseas dentro do nariz que não só ajudam a direcionar o fluxo de ar, mas também aquecem, umidificam e filtram o ar que passa por elas. Cheirar melhora esse processo, aumentando o fluxo de ar.

Depois que as moléculas de odor se dissolvem no muco, elas se espalham por ele (ou são transportadas por proteínas especiais) e se fixam em estruturas semelhantes a fios de cabelo chamadas cílios. As moléculas de odor então se ligam às próprias células receptoras, que então geram um sinal ou impulso.

Esses sinais são transmitidos ao longo de minúsculas fibras nervosas chamadas axônios. Feixes de muitos milhares desses axônios juntos formam o nervo olfatório, muito parecido com os fios de cobre individuais em um cabo elétrico. Eles convergem nas bordas do bulbo olfatório, uma estrutura no lobo frontal do cérebro (na verdade, há um em cada lado do cérebro, um para cada narina). O bulbo olfatório é responsável por processar os sinais que recebe dos receptores e passar essas informações para outras partes do cérebro, incluindo o tálamo, o sistema límbico e o neocórtex orbitofrontal. O papel que o sistema límbico desempenha no processamento posterior das informações que recebe do bulbo olfatório é de particular interesse.

O poder do aroma

As emoções e memórias são produzidas pelo córtex olfativo, que está envolvido com o sistema límbico do cérebro. Quando sentimos aromas frutados como morango e framboesa, nosso corpo envia mensagens para o sistema, proporcionando sensações de bem-estar. Cada aroma tem sua sensação, o morango acalma e refresca. Já a framboesa, transmite sensações de harmonia e alegria. As cores da vela também influenciam na experiência. A cor roxa atua na limpeza das energias do ambiente e combate o estresse. Por isso, curtir o momento de autocuidado acompanhado da vela aromática é uma boa pedida para desacelerar depois de dias cansativos. A luz das velas também trazem aconchego para o ambiente. 

Velas também podem ser sustentáveis

Quando se trata de velas convencionais, como as velas cônicas típicas e velas de chá, a maioria é feita de estearina (gordura animal ou vegetal) ou parafina (resíduo de petróleo), e esta última é realmente muito ruim para o meio ambiente e para nós. À medida que a parafina queima, ela cria benzeno tóxico e substâncias químicas de tolueno, ambas cancerígenas conhecidas. Aparentemente, inalá-los é tão prejudicial à saúde quanto o fumo passivo. Muitas velas também contêm corantes e fragrâncias artificiais, que podem liberar produtos químicos prejudiciais. Juntas, todas essas partículas tóxicas – sem esquecer a fuligem – que são liberadas no ar em nossas casas provaram causar coisas terríveis, como problemas pulmonares, cardíacos, câncer, doenças auto-imunes e alergias. Considerando nossa própria saúde, bem como a saúde desta planta, somos obrigados a fazer escolhas melhores. Procure velas produzidas com massa vegetal de soja e que não possuem nenhum ingrediente de origem animal. Os copos de vidro das velas podem ser reutilizados como vaso de plantas, porta lápis ou o que sua imaginação criar.

Atenção: Sempre mantenha a vela acesa à sua vista, nunca deixe-a queimando sozinha em outro cômodo. Lembre-se sempre de apagar as velas quando sair de casa. Nunca deixe a vela queimando sem supervisão de um adulto, próxima de crianças abaixo de 10 anos e de animais domésticos.


Publicação Mais Antiga Publicação Mais Recente